Método detecta até 20 fármacos no leite materno

Estudo publicado na revista "Agricultural and Food Chemistry”

07 julho 2011
  |  Partilhar:

Uma equipa de investigadores espanhóis e marroquinos descobriu um novo método para detectar até 20 fármacos, incluindo antibióticos, anti-inflamatórios e anti-sépticos no leite materno, mas também no de vaca e no de cabra, antes de entrarem na cadeia alimentar. O estudo foi publicado na revista "Agricultural and Food Chemistry”.

 

De acordo com um comunicado das universidades, os cientistas estão confiantes que a nova metodologia ajude a determinar, de forma mais eficaz, a presença destes contaminantes no leite ou noutros produtos. Com esta nova ferramenta, os laboratórios de controlo da qualidade alimentar podem detectar os fármacos antes de entrarem na cadeia alimentar.

 

Segundo o líder da investigação, Evaristo Ballesteros, a metodologia foi aplicada na análise de 20 amostras de leite de vaca - fresco, em pó, inteiro (ou gordo), semi-desnatado (ou meio-gordo) e desnatado (ou magro) – de cabra – inteiro e desnatado - e nas mulheres participantes. Os resultados indicaram que o conteúdo dos fármacos é diferente dependendo do tipo de leite. Assim, o leite de vaca inteiro é o que apresenta um maior número de substâncias farmacológicas, especialmente o ácido niflúmico, ácido mefenâmico e cetoprofeno - três anti-inflamatórios - e da hormona 17-beta-estradiol. No leite de cabra foi também encontrado o ácido niflúmico, juntamente com flunixina.

 

O leite humano analisado também continha anti-inflamatórios - como o ibuprofeno e o naproxeno – o anti-séptico triclosan e algumas hormonas, como o 17-beta-estradiol e a estrona.

 

Os investigadores reconhecem que os resultados do estudo não podem ser extrapolados para diferentes tipos de leite em geral, porque o número de amostras usadas na investigação foram pequenas, mas confirmam a validade do método. A técnica é baseada na utilização de um "sistema contínuo de extracção em fase sólida" das substâncias e a sua determinação por cromatografia de gases e espectrometria de massa.  

 

Os resultados de validação mostraram que o método é mais sensível e um dos mais selectivos até agora descritos na bibliografia, além de apresentar uma alta precisão e exactidão com os tempos de análise reduzido - cerca de 30 minutos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.