Metformina melhora marcadores de risco de ovário poliquístico

Estudo publicado na revista “Fertility and Sterility”

08 setembro 2011
  |  Partilhar:

Adicionar metformina, um antidiabético oral, à terapia oral com contraceptivos ajudaria as mulheres com síndrome dos ovários poliquísticos (SOP), aponta um estudo publicado na revista “Fertility and Sterility”.

 

De acordo com Pauline A. Essah, da Virginia Commonwealth University, em Richmond, EUA, a combinação "tem efeitos benéficos sobre o endotélio vascular, sem agravar a resistência à insulina".

 

A equipa de Essah escolheu aleatoriamente 19 mulheres para tomarem uma dose de metformina ou placebo durante três meses. Além disso, todas tomavam 35 mcg de etinilestradiol com 0,18 / 0,215 / 0,25 mg de norgestimato (Ortho Tri-Cyclen, Ortho-McNeil), que, de acordo com os autores, é o contraceptivo mais amplamente prescrito por via oral nos EUA.

 

O índice de massa corporal foi significativamente reduzido (1,9%) apenas no grupo tratado com metformina, enquanto o colesterol total aumentou significativamente (7,3%) apenas no grupo de controlo. A testosterona livre diminuiu significativamente e a globulina fixadora das hormonas sexuais aumentou significativamente apenas no grupo tratado com metformina.

 

A dilatação mediada pelo fluxo, que é um marcador da função endotelial vascular, aumentou 69% com a metformina, mas não variou com o placebo, e a diferença entre os grupos foi significativa. A sensibilidade à insulina e os marcadores inflamatórios não foram alterados nos dois grupos.

 

"Estudos maiores e mais prolongados serão necessários, bem como estudos com contraceptivos orais com diferentes níveis de etinilestradiol e progesterona para determinar o impacto da metformina e dos contraceptivos orais combinados sobre a sensibilidade à insulina e os marcadores sanguíneos de inflamação cardiovascular", conclui a equipa.

 

No futuro, a equipa de Essah espera estudar o efeito dessa combinação ao longo de um período mais longo e com uma maior dose de metformina."Enquanto isso, vale a pena usar a combinação de metformina e contraceptivos orais em mulheres com excesso de peso e obesidade", disse, em comunicado, a líder da investigação.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.