Metade dos portugueses sofre de doença crónica

Doença já não está confinada aos idosos

13 fevereiro 2012
  |  Partilhar:

Metade dos portugueses sofrem de doença crónica, constatando-se um aumento de 2,5% ao ano para os indivíduos mais idosos, revela um notícia avançada pela agência Lusa.

 

Estes dados foram apurados no último inquérito nacional de saúde realizado, e foram divulgados por Anabela Pereira no Congresso Nacional de Psicologia da Saúde que ocorreu na semana  passada em Aveiro.

 

De acordo com Anabela Pereira, os estudos revelam que 5,2 milhões de portugueses sofrem, pelo menos, de uma doença crónica, enquanto 2,6 milhões sofrem de duas ou mais, e cerca de 3% da população sofre de cinco ou mais doenças crónicas.

 

A presidente da comissão organizadora do congresso revelou ainda que "as doenças crónicas já não se encontram confinadas aos mais idosos, sofrendo implicações diretas nos resultados gerados por análises microeconómicas e macroeconómicas de funcionamento do sistema de saúde".

 

Por sua vez o bastonário da Ordem dos Psicólogos, Telmo Batista, salientou que a Ordem tem vindo a desenvolver estudos técnicos que demonstram a importância do contributo da psicologia para a melhoria da saúde dos cidadãos e sustentabilidade do serviço nacional de saúde. O médico deu como exemplo o relatório sobre custo-efetividade de intervenções psicológicas, recentemente divulgado pelo Ministério da Saúde e pela Sociedade Portuguesa para o estudo da obesidade.

 

Em representação do ministro da Saúde, José Tereso sublinhou a necessidade de integrar os psicólogos na rede de cuidados de saúde primários, contribuindo para a redução de custos do sistema.

 

Como médico de saúde pública, afirmou não deixar de constituir uma desilusão o facto de se observar "o aumento crescente das taxas de alcoolismo, de obesidade ou doenças oncológicas, apesar das campanhas e dos planos que têm vindo a ser promovidos".

 

José Tereso defendeu que isso "reforça, ainda mais, a necessidade de integrar os psicólogos na rede, melhorando a eficiência dos cuidados e garantindo a sustentabilidade do sistema".

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.