Metade dos portugueses receia erros médicos

Inquérito da Comissão Europeia

06 março 2006
  |  Partilhar:

 

Metade dos portugueses receia ser vítima de erros médicos e um pouco mais considera "provável" que tal aconteça nos hospitais de Portugal, embora dois terços tenha confiança nos profissionais de saúde, revela um eurobarómetro da Comissão Europeia (CE).
 

 

O estudo da CE, o primeiro inquérito a nível europeu sobre "Os erros médicos", mostra que 50 por cento dos inquiridos em Portugal sentem receio de ser "alvo" de enganos médicos e 59 por cento pensa mesmo existir uma probabilidade de sofrer um "erro grave" por parte de médicos e profissionais de saúde, como os enfermeiros, nos hospitais portugueses. Ao invés, o grau de confiança dos portugueses nos médicos, profissionais de saúde e dentistas é elevado, com uma média de 67 por cento dos inquiridos a afirmarem a sua confiança nos especialistas de saúde.
 

 

O Eurobarómetro foi realizado com base em 29.154 entrevistas a pessoas com mais de 15 anos de 30 países, incluindo os 25 Estados- membros da UE e os países candidatos e em adesão, dos quais 1.000 portugueses, em Setembro e Outubro de 2005.
 

 

Fonte: Lusa
 

Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.