Metade das famílias portuguesas nunca foi ao dentista

Estudo revela dados preocupantes

09 setembro 2003
  |  Partilhar:

Quase metade das famílias portuguesas nunca foi ao dentista e apenas dois por cento iniciou a escovagem dos dentes na altura correcta, revelou esta terça-feira um estudo de uma marca dentífrica.
 

 

O estudo sobre higiene oral das crianças, apresentado em Lisboa, indica que, apesar da esmagadora maioria das famílias estar consciente da importância dos cuidados com a higiene e saúde oral das crianças, esta ainda deixa muito a desejar.
 

 

Realizado em Maio deste ano, junto a uma amostra de duas mil pessoas, o estudo concluiu que 77 por cento das crianças portuguesas inicia a escovagem dos doentes entre o primeiro e o terceiro ano de idade e 13 por cento só o faz depois dos três anos.
 

 

No que diz respeito à regularidade de escovagem, 31 por cento escova os dentes menos de duas vezes por dia - a quantidade recomendada - e «somente 77 por cento dos pais, com crianças até aos três anos, supervisionam a escovagem».
 

 

Em colaboração com a Sociedade Portuguesa de estomatologia e Medicina Dentária, a marca dentífrica anunciou que, durante o próximo mês de Outubro, mais de mil consultórios dentários de todo o país vão disponibilizar-se para fazer estes exames gratuitamente.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.