Metade das crianças vítimas de agressão sexual é abusada pelo pai e padrasto

Estudo da Universidade do Porto

04 junho 2008
  |  Partilhar:

Mais de metade das crianças vítimas de agressão sexual no seio familiar são abusadas pelo pai ou padrasto, concluiu um estudo desenvolvido por Francisco Taveira, investigador da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP).
 

 

De acordo com os dados recolhidos na delegação Norte do Instituto Nacional de Medicina Legal (INML), entre 1997 e 2004, 45% das crianças abusadas no seio familiar foram vítimas do próprio pai e 6% pelo padrasto.
 

 

No período de tempo estudado foram detectadas 1.141 ocorrências relativas a exames de natureza sexual realizados a crianças e jovens entre os zero e os 17 anos.
 

 

As vítimas, com uma idade média de 11 anos, eram maioritariamente do sexo feminino (83,6%). Os abusadores foram homens em 99,6% dos casos, verificando-se apenas um caso em que a abusadora era a mãe.
 

 

No entanto, os especialistas em Medicina Legal verificaram que, mesmo quando o abusador é exterior à família, em 65% dos casos é uma pessoa conhecida da criança abusada.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.