Mercado da estética passou ao lado da crise

Análise da agência Lusa

07 setembro 2010
  |  Partilhar:

O mercado da estética em Portugal está em expansão, tendo sentido pouco a crise económica dos últimos dois anos e aumentado mesmo o número de clientes e tratamentos, referiram responsáveis de várias clínicas contactadas pela agência Lusa.

 

Todas as empresas contactadas avançam ter planos de expansão e apenas uma refere ter facturado menos no principal ano da crise, ou seja, no ano passado.

 

A maturidade do mercado, a maior quantidade de informação disponibilizada e o aumento do sector privado são as principais razões apontadas para um crescimento generalizado da procura.

 

Das quatro empresas contactadas, apenas uma admitiu que a sua facturação se ressentiu com a crise, tendo registado uma quebra de 5% nos últimos dois anos. Ainda assim, a descida não foi suficiente para travar a expansão da rede. Das restantes três, duas apontam que “a tendência é para um progressivo crescimento do mercado da estética em Portugal" e a terceira refere que a facturação varia ao longo das estações do ano, mas que não foram registadas "quedas abruptas".

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.