Menos sessões de radioterapia funcionam contra cancro da próstata

Estudo da Universidade de Stanford

30 junho 2009
  |  Partilhar:

A aplicação de doses maiores de radioterapia com diminuição do número de dias de aplicação apresentou bons resultados no tratamento do cancro da próstata.

 

O estudo foi realizado por investigadores da Stanford University, nos EUA, e foi publicado no “International Journal of Radiation Oncology Biology Physics”.

 

Na investigação foi considerado o tratamento de 41 homens diagnosticados com cancro da próstata de baixo risco, tratados com radioterapia estereotáctica, que requer apenas cinco dias de aplicação de uma dose maior.

 

De acordo com o trabalho, nenhum paciente apresentou a doença em 33 meses de avaliação. Sobre os efeitos secundários, o estudo refere que os mesmos não foram diferentes dos registados nas radioterapias convencionais.

 

Contudo, o trabalho, liderado por Christopher King, refere serem necessários mais estudos para aferir se a radioterapia estereotáctica
 

é tão eficaz a longo prazo quanto outros tratamentos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.