Menos semanas de tratamento com Radioterapia é eficaz contra Cancro da Mama

Estudo apresentado no encontro anual da “American Society for Therapeutic Radiology and Oncology”

29 setembro 2008
  |  Partilhar:

Na fase inicial de cancro da mama, o tratamento de radioterapia de três semanas funciona tão bem quanto o actual tratamento, que envolve de cinco a sete semanas, aponta um estudo canadiano apresentado no encontro anual da “American Society for Therapeutic Radiology and Oncology”, realizado na semana passada em Boston, nos EUA.
 

 

O estudo, liderado por Auro Del Giglio, do hospital Albert Einstein, acompanhou 1.234 mulheres ao longo de 12 anos.
 

 

O estudo separou dois grupos de mulheres e comparou a radioterapia convencional (25 sessões em 35 dias) com a mais reduzida (16 sessões em 22 dias). As doses de radiação acumuladas foram semelhantes. Após 12 anos de acompanhamento, não houve diferença entre os grupos.
 

 

Os resultados são aplicados apenas a mulheres com cancro da mama inicial, que, em geral, não necessitam de quimioterapia. De acordo com o trabalho, nos EUA, cerca de 40% das pacientes enquadram-se nesse perfil.
 

 

Em declarações ao site CBCnews.ca, o líder da investigação explica que um menor número de sessões não significa menor quantidade de radiação, mas o novo protocolo poderá facilitar a vida das pacientes, especialmente as que moram longe dos centros médicos.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.