Menopausa: Tratar osteoporose reduz risco de cancro da mama

Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama assinala-se hoje

30 outubro 2001
  |  Partilhar:

As mulheres que se submetem a um tratamento com raloxifeno para combater a osteoporose pós-menopáusica, apresentam uma diminuição significativa do risco de cancro da mama, ao longo de quatro anos. Estes dados foram revelados numa edição recente do Breast Cancer Research and Treatment, no âmbito do estudo MORE (Multiple Outcomes of Raloxifene Evaluation). Estas são, de facto, boas notícias no Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama que hoje se assinala.
 

 

 

O que é?
 

 

Raloxifeno, um modulador selectivo dos receptores de estrogénio, desenvolvido pela Eli Lilly, é a única terapêutica aprovada pela União Europeia para o tratamento e prevenção da osteoporose em mulheres pós-menopausicas e que foi está igualmente a ser estudado quanto à hipótese de redução do risco de cancro da mama nestas mulheres.
 

 

Redução do cancro da mama
 

 

Os dados obtidos no âmbito do estudo MORE ao fim de 48 meses, demonstram uma redução na ordem dos 72% de novos diagnósticos de cancro da mama invasivo e de 84% de cancro da mama invasivo receptores de estrogénio positivos – o tipo de cancro mais frequente nas mulheres pós-menopausicas. Estes dados representam as conclusões finais sobre cancro da mama obtidas neste ensaio, um estudo multi-centrico sobre osteoporose, no qual a redução do risco de cancro da mama era, à partida, um objectivo secundário. As mulheres que participaram no MORE não tinham como condição factores de risco relacionados com cancro da mama.
 

 

«Não só as reduções do risco de cancro de mama são significativas, mas o tipo de cancro que o raloxifeno demonstrou reduzir neste estudo é um dos mais graves que afecta as mulheres pós-menopáusicas», refere J. Rauley, principal autora do trabalho.
 

 

O cancro de mama invasivo está considerado como sendo o cancro mais mortal para a mulher e o cancro de mama estrogeno-positivo é o mais comum nas mulheres pós-menopáusicas.
 

 

Adaptado por: MNI - Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.