Menopausa, estrogénio e cancro da mama

Estudo publicado na revista Archives of Internal Medicine

16 maio 2006
  |  Partilhar:

 

As mulheres na menopausa que tomaram estrógeno durante, pelo menos, 15 anos correm um risco claramente mais elevado de contrair cancro da mama, segundo um estudo norte-americano publicado na revista Archives of Internal Medicine.
 

 

"Em conclusão, constatámos um risco acrescido de cancro da mama com um tratamento de estrógeno durante um período prolongado", escrevem os autores do estudo, entre as quais Wendy Chen, oncologista do Brigham and Women''s Hospital e do Dana Farber Cancer Institute de Bóston (Massachusetts).
 

 

Pelo contrário, as tratadas com esta hormona de substituição durante menos de dez anos não apresentam um risco mais elevado de desenvolver esse tipo de cancro, indica o estudo, realizado com 28.835 enfermeiras submetidas a histerectomia.
 

 

"Embora o uso do estrógeno durante menos de dez anos não esteja ligado a uma maior incidência de cancro da mama, o estudo mostrou um aumento do risco de ataque cerebral e de flebite", afirmam.
 

 

Para as mulheres tratadas durante, pelo menos, 15 anos com estrógeno, o risco do cancro da mama mais comum aumenta 48 por cento. Depois de 20 anos de tratamento, aumenta 42 por cento, tendo em conta todos os tipos de cancro da mama.
 

 

Os investigadores aconselham estas mulheres a explorar outros tratamentos com os seus médicos.
 

 

Fonte: Lusa e Agências Internacionais
 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.