Memória de trabalho ajuda a resolver problemas analíticos, mas não criativos

Artigo publicado no “Current Directions in Psychological Science”

24 agosto 2012
  |  Partilhar:

Investigadores da University of Illinois, nos EUA, analisaram vários estudos de psicologia acerca do papel da capacidade da memória de trabalho na resolução de problemas matemáticos e criativos e chegaram à conclusão de que este tipo de memória é útil para problemas analíticos, mas não necessariamente para problemas criativos. O estudo e suas conclusões foram divulgados na última edição da publicação científica “Current Directions in Psychological Science”.

 

Qualquer pessoa que já tenha tentado decorar os nove dígitos de um número de telefone ou uma lista de compras com dez itens sabe bem que o nosso cérebro apenas consegue armazenar uma determinada quantidade de informação num dado momento. A capacidade da nossa memória de trabalho é, portanto, definitivamente finita e reflete a capacidade de nos focarmos e controlarmos a nossa atenção, exercendo uma forte influência sobre a nossa capacidade de resolução de problemas.

 

Os autores do estudo, Jennifer Wiley e Andrew Jarosz, da University of Illinois, sugerem que uma elevada capacidade de memória de trabalho está associada a melhores desempenhos na resolução de problemas de matemática. Aliás, a menor capacidade da memória de trabalho pode ser um dos motivos pelos quais a ansiedade em relação à matemática conduz a maus resultados nesta disciplina. Em termos gerais, a capacidade da memória de trabalho parece ajudar a manter a atenção sobre o problema e a resistir a distrações.

 

Contudo, estas características da capacidade da memória de trabalho parecem dificultar a resolução de problemas criativos. No caso deste tipo de problemas, chegar a uma solução poderá requerer uma abordagem original ou uma nova combinação da informação disponível. Como tal, demasiado foco poderá impedir a chegada a uma solução criativa.

 

Contudo, os autores notam que, no mundo real, os problemas nem sempre são claramente divididos entre problemas analíticos e criativos e, como tal, as estratégias de resolução de problemas dependem das necessidades de cada situação em particular.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.