Melhores condições de trabalho e de remuneração para atrair médicos para urgências hospitalares

Defende a Sociedade Portuguesa de Medicina Interna

02 janeiro 2015
  |  Partilhar:
Só com melhores condições de trabalho e melhor remuneração será possível atrair médicos para as urgências dos hospitais, defende a Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI).
 
Em comunicado de imprensa, ao qual a agência Lusa teve acesso, Maria da Luz Brandão, da SPMI, adverte que “se as condições de trabalho não forem melhoradas, especialmente no que diz respeito à remuneração, dificilmente conseguiremos atrair mais médicos para esta atividade assistencial que precisa, claramente, de mais e melhores profissionais”.
 
Segundo esta responsável da SPMI, citada pela agência Lusa, os médicos que trabalham nas urgências “têm que ser valorizados”, porque o trabalho é de grande pressão e exige destreza, sistematização de atitudes e deteção rápida de problemas graves. 
 
A SPMI considera ainda urgente a diminuição das restrições à contratação de profissionais de saúde, o que, na opinião desta entidade, leva a que alguns hospitais não consigam manter o número de clínicos necessário para o adequado funcionamento das urgências.
 
Depois das grandes dificuldades sentidas nas urgências do Hospital Fernando Fonseca (Amadora Sintra) no período de Natal, em que as esperas dos doentes para atendimento chegaram às 20 horas, o hospital foi autorizado a contratar sete profissionais em contrato individual de trabalho e dez médicos em regime de prestação de serviços.
 
Recentemente, o Ministro da Saúde, Paulo Macedo, no âmbito da inauguração do novo centro de formação da SPMI, enalteceu o papel dos médicos de medicina interna no Sistema Nacional de Saúde, considerando que esta é uma especialidade onde se deve fazer “uma aposta clara” em vagas e em formação.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.