Melão poderá ajudar a combater o stress

Estudo publicado no “Nutrition Journal”

21 setembro 2009
  |  Partilhar:

Comer melão poderá ser uma boa forma de ajudar a reduzir os níveis de stress, sugere um estudo francês publicado no “Nutrition Journal”.

 

Os investigadores franceses da empresa de produtos naturais Seppic referem que uma enzima existente no melão, denominada “superóxido dismutase”, possui propriedades antioxidantes que previnem o stress oxidativo causador de danos nas células e tecidos.

 

A equipa liderada por Marie-Anne Milesi avaliou 70 voluntários, metade dos quais recebeu apenas um placebo. Os investigadores referem que o grupo que tomou o placebo relatou sentir efeitos benéficos contra o stress, contudo, esses efeitos foram observados apenas na primeira semana de toma.

 

Por outro lado, os que receberam os comprimidos com a enzima apontaram efeitos duradouros e mais fortes na redução dos sintomas de stress e fadiga. Além disso, a enzima pareceu melhorar a concentração, reduzir a sensação de cansaço e irritabilidade e atenuar os problemas de sono.

 

A líder da investigação explicou, em declarações à BBC, que vários estudos têm demonstrado existir uma ligação entre stress psicológico e stress oxidativo intracelular. "Queríamos testar se aumentar a capacidade do organismo em lidar com stress oxidativo pode ajudar a aumentar a resistência contra um esgotamento (físico e psicológico)”.

 

Contudo, a cientista reforça que serão necessários mais testes até que se comprove que o consumo da fruta, ou mesmo de um suplemento com o componente, possa reduzir, de facto, o stress e a fadiga.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.