Mel pode evitar amputações em diabéticos

Especialista quer promover prática clínica

06 maio 2007
  |  Partilhar:

 

Um médico da University of Wisconsin, EUA, que ajudou seis pacientes diabéticos a evitar as amputações aos membros inferiores através da colocação de mel nas feridas, está a efectuar um ensaio clínico cujos resultados estarão prontos em 2008.
 

 

Em declarações dadas à imprensa norte-americana, Jennifer Eddy, professor na Escola de Medicina e Saúde Pública da Universidade, explica que a terapia consiste na introdução de uma grande quantidade de mel dentro da ferida, depois de se remover a pele morta e as bactérias. “O mel destrói as bactérias, porque é ácido e evita complicações de resistência bacteriana, que ocorrem nos antibióticos tradicionais”, refere o especialista, acrescentando que este "é um assunto tremendamente importante para a saúde mundial".
 

 

O pé diabético traduz-se numa perda da sensibilidade dos membros inferiores. Submetidos a excessos de pressão, os pés ganham lesões que, se não forem tratadas a tempo, poderão levar a uma amputação.
 

 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Diabetes é a terceira causa de morte no mundo, onde 7,6% da população sofre da patologia. Em Portugal, estima-se que actualmente o número de diabéticos atinja os 500 mil. No entanto, segundo previsões, este número deverá chegar aos 700 mil em 2025.
 

 

MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.