Meio milhão de páginas pró-anorexia e bulimia na Internet

Organizações espanholas lançam alerta

22 fevereiro 2011
  |  Partilhar:

Em menos de um segundo, num motor de busca online como o Google, apareciam, no ano passado, cerca de meio milhão de páginas pró-anorexia e bulimia, alertam organizações espanholas, num documento citado pela agência Lusa.

 

No relatório de 2010 sobre difusão e proliferação na rede de conteúdos apologistas da anorexia e da bulimia, distúrbios alimentares, a Agência da Qualidade da Internet e a Associação Contra a Bulimia e a Anorexia adiantam que a esmagadora maioria das pessoas que consulta estes conteúdos são menores.

 

Segundo o documento, cujas conclusões são enunciadas no portal da Agência da Qualidade da Internet, a defesa da anorexia e da bulimia está a aumentar consideravelmente nas redes sociais (Facebook, Twitter, Hi5, Tuenti). A maioria dos utilizadores dos conteúdos (95%) são raparigas que querem emagrecer a todo o custo. No ano passado, a Agência da Qualidade da Internet conseguiu encerrar quase 50% das páginas pró-anorexia e bulimia.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 3Média: 4.7
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.