Meias de compressão não são benéficas após AVC

Estudo publicado na revista “The Lancet”

02 junho 2009
  |  Partilhar:

 

As meias de compressão não reduzem o risco de formação de coágulos em pacientes que sofreram de acidente vascular cerebral (AVC), revela um estudo publicado na revista “The Lancet”.

 

O estudo realizado na University of Edinburgh, na Escócia, contou com a participação de 2.518 pacientes imobilizados que tinham sofrido um AVC agudo na semana anterior à sua hospitalização. Metade dos participantes recebeu o tratamento de rotina e utilizou meias de compressão enquanto a outra metade só recebeu o tratamento de rotina.

 

Os participantes foram submetidos a ecografias entre o sétimo e o décimo dia e entre o vigésimo quinto e o trigésimo dia após o início do estudo. Durante a execução destes procedimentos, os investigadores pesquisaram a presença de trombose venosa profunda (TVP), que acontece quando se formam coágulos (trombos) nos vasos sanguíneos.

 

Os investigadores verificaram que a TVP ocorreu em 10% dos pacientes que utilizaram meias de compressão e em 10,5% dos pacientes que foram submetidos apenas ao tratamento de rotina. O estudo também revelou a ocorrência de feridas, úlceras, bolhas e necrose dos tecidos da pele em 5% dos pacientes que utilizaram meias de compressão contra 1% dos pacientes que receberam só o tratamento de rotina.

 

De acordo com declarações do líder da investigação, Martin Dennis, ao sítio Healthday “é necessário rever as guidelines usadas para o tratamento destes doentes”. Martin Dennis considera igualmente que, para definir um tratamento eficaz, é importante que haja mais investigação.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.