Mega-estudo sobre uso de atorvastatina apresentado no Porto

Investigação testou 10 mil pacientes com colesterol elevado

29 setembro 2005
  |  Partilhar:

Um mega-estudo que comprovou ser possível e seguro baixar a taxa de colesterol em pacientes com problemas cárdio e cérebro-vasculares vai ser apresentado dia 12 no Porto, disse fonte médica. "A conclusão deste estudo é superior às melhores perspectivas dos autores quanto à eficácia e, sobretudo, segurança", considerou a mesma fonte.A pesquisa Treatment to New Targets foi desenvolvida ao longo de cinco anos e apoiou-se no tratamento com diferentes dosagens de atorvastatina (fármaco da família das estatinas, destinadas a controlar o colesterol) a 10 mil pacientes com colesterol elevado. Os pacientes, de 14 países, eram portadores de alguma doença cardíaca ou acumulavam pelo menos dois outros factores de risco (hipertensão, obesidade, diabetes, sedentarismo ou tabagismo) e foram medicados com diferentes dosagens de atorvastatina. Um primeiro grupo tratado com 10 miligramas de atorvastatina reduziu o colesterol a 101 miligramas por decilitro de sangue (100 é o valor recomendado) e registou taxas de mortalidade de 5,6%. Outro grupo tratado com doses de 80 miligramas fixou o colesterol em 77 miligramas e a taxa de mortalidade foi nula.Fonte: Diário de NotíciasMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.