Meditação baixa níveis de pressão arterial em estudantes

Estudo publicado no “American Journal of Hypertension”

24 novembro 2009
  |  Partilhar:

A pressão arterial entre estudantes universitários que praticam 20 minutos de meditação transcendental por dia baixa consideravelmente, conseguindo estes atingir um estado de espírito mais tranquilo, revela um estudo publicado no “American Journal of Hypertension”.

 

O estudo, liderado por Sanford Nidich, da Maharishi University of Management Research Institute, nos EUA, revelou ainda que a prática de meditação também diminuía o sofrimento psicológico, ansiedade e depressão.

 

No trabalho, os investigadores avaliaram aleatoriamente 298 estudantes saudáveis, com e sem hipertensão arterial, os quais foram colocados numa classe de meditação transcendental ou numa lista de espera para a formação. Os estudantes, 40% dos quais homens, tinham uma média etária de 26 anos e frequentavam universidades da cidade de Washington.

 

Passados três meses, os estudantes que efectuavam meditação mostraram uma ligeira redução da pressão arterial, enquanto os que estavam em lista de espera mostraram, desde o início do estudo, pequenos aumentos da pressão arterial média.

 

Também foi constatado que os alunos que meditavam tiveram uma maior redução de variações de humor, ansiedade, depressão, raiva e hostilidade e uma melhor capacidade para enfrentar as situações do dia-a-dia.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.