Médicos reduzem rejeição a transplantes

Uma nova esperança para muitos doentes

14 fevereiro 2001
  |  Partilhar:

Médicos da clínica Mayo, nos Estados Unidos, desenvolveram uma nova terapêutica que permite evitar a reacção imunológica responsável pela rejeição do organismo aos transplantes.
 

 

Quatro doentes que tinham previamente rejeitado um transplante renal, e que devido ao número elevado de anticorpos responsáveis pela rejeição estariam excluídos de nova transplantação, receberam agora um rim com sucesso.
 

 

No pré-operatório (antes da cirurgia), a equipa liderada pelo Dr. Mark Stegall, retirou os anticorpos da circulação por plasmaferese, ao mesmo tempo que instituiu uma terapêutica com medicamentos que evitam a rejeição, impedindo assim a formação de novos anticorpos.
 

 

“Até ao momento estes doentes não tinham hipótese de receber um transplante com sucesso”, afirma Stegall.
 

 

Os resultados são muito positivos, já que se conseguiu que a acção de rejeição dos anticorpos fosse finalmente inibida.
 

 

Esta técnica poderá ser o primeiro passo para a realização num futuro próximo de Xenotransplantes (transplante de órgãos entre espécies diferentes).
 

 

David Ferreira
 

MNI - Médicos Na Internet
 

 

Fonte: NetDoktor

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.