Médicos recusam negligência

Advogado de acusação está optimista

14 outubro 2003
  |  Partilhar:

Os médicos recusam ter havido negligência, mas o advogado dos familiares da vítima do caso de três médicos acusados de homicídio _ cujo julgamento começou ontem em Portalegre _ afirmou-se optimista quanto a uma decisão do tribunal. «Estamos confiantes devido a não terem sido prestados ao paciente todos os cuidados de saúde possíveis», disse João Marçal Alves, citado pela Lusa, acrescentando que não foi realizado qualquer electrocardiograma. Os médicos José Ricardo, António Missau e Isabel Bernardino, que prestavam serviço na urgência do Hospital Dr. José Maria Grande (Portalegre), são acusados pelo Ministério Público de homicídio por negligência de um doente de 74 anos, em Maio de 1998. De acordo com a acusação, os três médicos «não tomaram as precauções que se lhes impunham para evitar o resultado da morte» de Manuel Margalho Miranda. Um dos médicos, José Ricardo, afirmou em Tribunal que o tratamento médico prestado ao paciente foi adequado aos sintomas que apresentava. Isabel Bernardino refutou igualmente que não tivesse tomado as precauções que se lhe impunham. O terceiro arguido é ouvido na sessão de hoje. Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.