Médicos pressionados pelos doentes para usarem exames radiológicos

Ou como os doentes mandam nos médicos...

24 janeiro 2001
  |  Partilhar:

Um estudo recente mostra que doentes que acreditam que o facto de fazerem testes radiológicos e análises são um passo necessário à sua cura têm maior probabilidade de realizarem esses testes do que as pessoas que não dão tanta importância a essas análises. Ou sejam, os doentes, influenciam o médico, directa ou indirectamente, para que ele ordene a execução desses exames.
 

 

O Grupo do Dr. Ira B. Wilson estudou 1137 pessoas idosas, examinando o impacto da importância que o paciente dá aos exames radiológicos e a probabilidade de estes virem a ser prescritos pelos seus médicos. Descobriram que, os doentes que dão importância aos exames têm quase o dobro da probabilidade de virem a efectuá-los.
 

 

O estudo vai de encontro ao aspecto anedótico de os doentes “encomendarem” ao profissional de saúde os exames que eles acham necessários. Assim, para reduzir o número de testes e análises efectuadas devem-se educar os pacientes, para além de incentivar os médicos a realizar menos testes.
 

 

O Dr. Wilson sugere ainda que os médicos e pacientes devem falar aberta e frequentemente sobre os prós e contras da realização de análises de vários tipos.
 

 

Helder Cunha Pereira
 

MNI - Médicos Na Internet
 

 

Fonte: Reuters

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.