Médicos do Hospital São João da Madeira iniciam greve de um mês

Profissionais exigem pagamento das horas extraordinárias

31 maio 2004
  |  Partilhar:

 Os médicos do Hospital de São João da Madeira iniciaram às 08:00 de terça-feira uma greve, que se prolongará por um mês, exigindo o pagamento atempado das horas extraordinárias.O pré-aviso foi entregue pelo Sindicato Independente dos Médicos (SIM), que acusa a administração hospitalar de se furtar ao diálogo e não responder aos repetidos pedidos de reunião que tem apresentado.«O conselho de administração não tem mostrado interesse em dialogar com os sindicatos. Noutros hospitais com atrasos temos chegado a acordo, o que não acontece em São João da Madeira», disse à Lusa Alcides Catré, do SIM.Esta será a quarta vez que os médicos de São João da Madeira entram em greve pelo mesmo motivo, sendo que desta vez a greve poderá demorar um mês inteiro. Começaram por fazer um dia de greve, depois três, mais tarde cinco, mas sem qualquer êxito nas suas reivindicações.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.