Médicos de todo o mundo pedem medidas anti-tabaco

Associações internacionais querem criar convenção mundial contra tabagismo

21 outubro 2002
  |  Partilhar:

Associações internacionais de médicos entregaram em Genebra um manifesto de apoio aos esforços da Organização Mundial da Saúde (OMS) para criar uma convenção mundial contra o tabagismo.
 

 

Representando a posição de mais de oito milhões de médicos de 116 países, foi entregue à directora geral da OMS, Gro Harlem Brundlant, um documento intitulado "O tabaco ao microscópio: o manifesto dos médicos para um controlo global".
 

 

"Recomendo este manifesto aos governos. O documento contém uma mensagem clara a todos os decisores políticos", disse Brundtland.
 

 

"Enquanto médica acredito na prova científica. Foi a prova dos malefícios que o tabaco provoca que o tornaram numa prioridade para a OMS e para mim pessoalmente", acrescentou, à margem de uma série de negociações sobre uma convenção anti-tabaco, que deverá estar concluída na próxima Primavera.
 

 

"Quando os médicos falam, a maioria das pessoas ouve.
 

Perante este manifesto existe uma enorme quantidade de provas, de dados científicos e experiências pessoais de milhões de médicos que viram os seus pacientes ficarem doentes e morrer por causa do tabagismo", acrescentou.
 

 

As associações de médicos vincam no documento que "o tabaco é um dos maiores perigos para a saúde" e que o seu consumo poderá fazer mil milhões de vítimas ao longo do século XXI.
 

 

Os médicos desejam que a convenção em preparação preveja as seguintes medidas: interdição da publicidade ao tabaco, colocação de avisos sobre os potenciais perigos para a saúde em cada maço de cigarros, nomeadamente nos cigarros ditos leves, e aumento dos impostos sobre o tabaco.
 

Pedem igualmente que os não fumadores sejam protegidos.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.