Médicos de Família vão promover leitura junto dos familiares das crianças

Protocolo hoje assinado

13 novembro 2007
  |  Partilhar:

 

Médicos e enfermeiros dos Centros de Saúde e dos Hospitais Pediátricos vão actuar como promotores de leitura junto de famílias com crianças entre os seis meses e os seis anos.
 

 

Para concretizar o projecto, a Associação Portuguesa de Médicos de Clínica Geral (APMCG) celebra esta terça-feira, em Lisboa, um protocolo com a comissão do Plano Nacional de Leitura (PNL), que realça a "importância do convívio com livros e da leitura em família, entre adultos e crianças a partir, pelo menos, dos seis meses, como factor determinante da aprendizagem e desenvolvimento da literacia".
 

 

Um dos objectivos do protocolo é o de que os médicos de Clínica Geral possam recomendar aos casais com crianças livros que "estejam de acordo com o desenvolvimento de cada idade.
 

 

Esta iniciativa pioneira em Portugal fundamenta-se na análise de estudos realizados em vários países (EUA; Canada; Reino Unido; Itália; entre outros), que têm vido a demonstrar, segundo nota enviada à imprensa, “ resultados muito positivos no desenvolvimento dos níveis de literacia e dos hábitos de leitura das crianças e das famílias, sempre que os profissionais de saúde se envolvem no aconselhamento de leitura em família.”
 

 

Segundo a mesma nota, vários estudos têm verificado a existência de uma “relação positiva entre os níveis de literacia dos cidadãos e o nível de saúde duma população, nomeadamente na adesão a estilos de vida saudáveis, na gestão da doença e na utilização adequada dos serviços de saúde”.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.