Médicos cada vez mais agredidos pelos doentes
14 maio 2002
  |  Partilhar:

O bastonário da Ordem dos Médicos defendeu hoje a retirada dos direitos de assistência no Serviço Nacional de Saúde (SNS) aos utentes que agridam os profissionais de saúde, uma prática que "tem vindo a aumentar nos últimos tempos".
 

 

Germano de Sousa referiu à Lusa que, nos últimos anos, tem vindo a registar-se um "acréscimo de agressões" a médicos, que poderá estar relacionado com a tentativa de "transformar o clínico no bode expiatório de tudo o que corre mal na saúde".
 

 

Por outro lado, adiantou, há situações em que "o doente se sente justificado na sua fúria, como quando se depara com listas de espera de anos ou tem de estar horas em fila para ser atendido".
 

 

São estas situações, "aproveitadas pelos media e por estes apresentadas de uma forma dramática, que levam os doentes a recorrerem, embora sem justificação, à violência", acrescentou Germano de Sousa.
 

 

O bastonário frisou mesmo que há agressões de tamanha gravidade que obrigaram já alguns médicos a receber tratamento hospitalar.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.