Médicos britânicos funcionam mal em urgências

Estudo revela «lacunas graves» em questões de emergência

19 outubro 2002
  |  Partilhar:

Os jovens médicos britânicos não sabem actuar em casos de urgência, nem aplicar correctamente manobras de salvamento e o respectivo equipamento, revela um estudo da British Medical Association.
 

 

O trabalho, ontem publicado no "Postgraduate Medical Journal", foi realizado em seis hospitais ingleses junto de 185 jovens médicos, que tinham de preencher um formulário. As respostas revelam "lacunas significativas" e graves nos conhecimentos básicos e na actuação dos clínicos.
 

 

Segundo a equipa dos hospitais de Portsmouth que conduziu a investigação, nenhum dos jovens inquiridos sabia descrever todas as etapas de utilização de uma máscara de oxigénio e 42 deles ignoravam mesmo a forma como esta funciona. Apenas um em cinco inquiridos sabia qual é o nível máximo de oxigénio no sangue e quase um terço ignorava a forma de tratar um doente inconsciente.
 

 

Mas os jovens não são caso único: apenas cinco dos médicos com cargos de responsabilidade sabiam descrever os sintomas de uma obstrução respiratória total num doente.
 

 

Fonte:Público
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.