Médicos aderem à greve de dia 16

Sector da Saúde em bloco na paralisação

09 outubro 2002
  |  Partilhar:

Ser atendido nos hospitais e centros de saúde vai ser mais difícil no dia 16, pois os médicos vão juntar-se à greve convocada pelos profissionais não clínicos e a que haviam já aderido os enfermeiros.
 

 

A Federação Nacional dos Médicos alinha com a Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública, a primeira entidade a agendar a paralisação, e o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses na contestação à transformação de hospitais em empresas públicas.
 

 

A Federação critica ainda a decisão governamental porque esta surge sem que a tutela explique a situação de dívida no único hospital com gestão privada, o Amadora-Sintra, que deverá ao Estado cerca de 75 milhões de euros.
 

 

Também para dia 16 está marcada uma manifestação nacional da função pública em Lisboa, convocada pela CGTP, para reivindicar um aumento salarial 5,5 por cento para 2003, quando a proposta do governo se situa entre os dois e os 2,5 por cento.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.