Médico suspeito de abuso sexual de menores condenado com pena suspensa

Ruben Garcia aguarda avaliação de conduta pela Ordem dos Médicos

25 agosto 2003
  |  Partilhar:

 

A Inspecção-Geral da Saúde condenou o médico Ruben Garcia, do Hospital de Évora, a um ano de inactividade, com pena suspensa por três anos, por suspeita de crimes sexuais a menores. O médico continua assim em exercício profissional naquele hospital distrital.
 

 

O suspeito, de 47 anos, casado e com uma filha, foi detido a 13 de Fevereiro pela Polícia Judiciária em casa, na sequência de investigações sobre pornografia infantil na Internet.
 

 

O juiz do Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa que ouviu o Ruben Garcia, decidiu a sentença de liberdade provisória, mediante termo de identidade e residência e obrigação a apresentações periódicas na esquadra da zona de residência.
 

 

A Ordem dos Médicos instaurou um processo disciplinar que visa avaliar a conduta profissional deste médico. O visado aguarda a decisão desta avaliação.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.