Medicina alternativa ajuda a combater Doenças Oncológicas

Estudos apresentados na reunião anual da ASCO

27 junho 2007
  |  Partilhar:

Vários estudos apresentados na reunião anual da American Society of Clinical Oncology (ASCO) comprovaram as múltiplas virtudes de suplementos nutritivos ancestrais contra o cancro.
 

 

Um estudo piloto também mostrou que altas doses de ginseng, uma pequena planta cujas raízes são utilizadas tradicionalmente na medicina chinesa, ajudam a combater a fadiga, um efeito secundário frequente nas doenças oncológicas. Um estudo realizado durante dois meses com 282 doentes oncológicos demonstrou que um quarto dos que ingeriam de mil a dois mil miligramas de extracto de ginseng por dia declaravam sentir-se "melhor" a "muito melhor".
 

 

“As sementes de linhaça são ricas em ómega 3, igualmente presente no pescado, e actuariam sobre a produção de membranas celulares reduzindo a sua multiplicação”, explica Wendy Demark-Wahnefried, da Duke University (Carolina do Norte, sudeste) e autora de um dos estudos sobre o assunto.
 

 

Estas sementes também contêm um tipo de hormona que neutraliza outras como a testosterona ou os estrógenos. Numa segunda fase de um teste clínico, realizado com 161 pessoas com Cancro da Próstata, foi demonstrado que os que ingeriam 30 gramas de sementes de linhaça por dia tiveram uma progressão mais lenta dos tumores, entre 30% e 40%, em relação aos restantes, os quais foi administrado um placebo.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.