Medição da hipertensão de difícil controlo no consultório

Estudo apresentado em “Archives of Internal Medicine”

02 janeiro 2009
  |  Partilhar:

A medição esporádica da tensão arterial no consultório médico pode ser um procedimento inútil em doentes com hipertensão de difícil controlo ou resistente.
 

 

O estudo, publicado em “Archives of Internal Medicine”, acompanhou 556 pacientes com hipertensão resistente ao longo de cinco anos. Todos eram monitorizados regularmente quer em consultório quer com aparelhos em ambulatório.
 

 

Durante o estudo, 70 pessoas morreram e 46 tiveram um episódio cardiovascular.
 

 

O estudo, liderado por Gil Salles, da Universidade do Rio de Janeiro, Brasil, refere que apenas a tensão arterial medida em ambulatório, com um aparelho portátil que meça a tensão arterial em intervalos regulares ao longo de 24 horas, pode prever um futuro problema cardíaco.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.