Medicamentos: um técnico para cada cinco postos de venda fora das farmácias

No máximo a 50 quilómetros de distância

05 setembro 2005
  |  Partilhar:

 

A comercialização de medicamentos fora das farmácias será assegurada por um técnico ou farmacêutico para um máximo de cinco postos de venda localizados no máximo a 50 quilómetros de distância, revelou segunda-feira, 5 de Setembro, o secretário de Estado da Saúde.
 

 

Francisco Ramos falava durante um encontro com a comunicação social para anunciar algumas regras que serão publicadas na portaria que regulamenta a venda de medicamentos não sujeitos a receita médica, que deverá ser publicada na próxima semana.
 

 

O decreto-lei 134/2005, publicado em Diário da República no passado dia 17, estipula que a venda de medicamentos não sujeitos a receita médica fora das farmácias "passa a ser feita sob a vigilância de farmacêuticos ou técnicos de farmácia, em locais aprovados e controlados pelo Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento (Infarmed)".
 

 

Francisco Ramos afirmou que cada técnico ou farmacêutico terá a seu cargo a vigilância de, no máximo, cinco postos de venda, os quais têm de estar localizados a uma distância máxima de 50 quilómetros.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.