Medicamentos sem receita

Ordem dos Médicos contraria estudo da Associação Europeia de Automedicação

15 junho 2004
  |  Partilhar:

 

 

A Ordem dos Médicos avisou terça-feira que há já um «número excessivo» de medicamentos não sujeitos a receita médica em Portugal e alertou para os perigos para a saúde de um eventual alargamento desse mercado.
 

Um estudo da Associação Europeia da Indústria de Automedicação, divulgado terça-feira pelo Diário de Notícias, mostra que o Estado português pouparia quase 150 milhões de euros por ano se o mercado dos medicamentos não sujeitos a receita médica aumentasse em cinco por cento.
 

«Essa posição é ditada por interesses económicos. O interesse dessa associação é que se venda o mais possível de medicamentos não sujeitos a receita médica», acusou o bastonário da Ordem dos Médicos, Germano de Sousa.
 

Germano de Sousa classificou como «perigosa» a publicidade que é feita aos medicamentos de venda livre, já que não avisa os utentes dos perigos que correm ao tomar indiscriminadamente esses fármacos. Actualmente são medicamentos de venda livre fármacos para as dores de cabeça, febre, constipação ou outras doenças ligeiras.
 

Fonte: Lusa
 

Sociedade Portuguesa de Segurança e Higiene Ocupacionais
 

Discussões e acções de formação são os principais objectivos
 

Defender os interesses comuns dos técnicos que desenvolvem a sua actividade profissional na área da Higiene e Segurança do Trabalho (HST), promover o desenvolvimento de acções formativas e de um fórum de discussão nos diferentes domínios desta área são os principais objectivos da recém criada Sociedade Portuguesa de Segurança e Higiene Ocupacionais.
 

A estrutura, apresentada na semana passada, nasceu da iniciativa de um conjunto de docentes do departamento de Produção e Sistemas da Escola de Engenharia da Universidade do Minho (UM) e conta já com cerca de meia centena de associados.
 

A estrutura quer ter um papel activo na discussão pública de diplomas legais nesta área, na participação em comissões técnicas de normalização, em eventos de carácter técnico e científico, na certificação de empresas portadoras de serviços e outras áreas afins. Agendado para Fevereiro do próximo ano está já um colóquio internacional sobre HST.
 

Fonte: Público
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.