Medicamentos para o cancro e VIH disponíveis em farmácias hospitalares em 2016

Medida anunciada pelo governo

18 dezembro 2015
  |  Partilhar:

Em 2016, algumas farmácias comunitárias vão começar a vender medicamentos oncológicos e para o VIH, atualmente só disponíveis em farmácias hospitalares, com o objetivo de facilitar o acesso dos doentes e garantir adesão às terapêuticas, anunciou o Governo.
 

De acordo com a notícia avançada pela agência Lusa, este anúncio foi feito durante a apresentação das propostas para reformar o Serviço Nacional de Saúde (SNS) pedidas pela tutela a três especialistas.
 

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, apresentou as linhas gerais para a reforma do SNS, entre as quais esta aposta numa maior proximidade dos doentes das farmácias comunitárias, onde possam comprar medicamentos para o cancro ou para doenças infeciosas sem terem que se deslocar obrigatoriamente às farmácias hospitalares.
 

Estas “experiências piloto”, que já estão a ser combinadas com a Associação Nacional de Farmácias (ANF) e com a Ordem dos Farmacêuticos (OF) e vão ser discutidas com os hospitais de referência, arrancam no próximo ano em várias farmácias comunitárias.
 

De acordo com Fernando Araújo, existe “vontade política e de todos os interlocutores” e “há abertura da ANF e da OF” para escolher os melhores locais para as experiências piloto.
 

Esta iniciativa permitirá perceber se “ir buscar medicamentos a farmácias mais perto da residência, em vez de ter que ser na farmácia hospitalar, “melhora a adesão do doente” e “promove melhores resultados clínicos”.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.