Medicamentos mais baratos para combater a malária

A malária continua a matar e tudo por uma questão de euros…

13 agosto 2003
  |  Partilhar:

Autoridades britânicas aprovaram medicamento de baixo custo contra a malária. O medicamento foi desenvolvido pelo laboratório GlaxoSmithKline (GSK) e tem como finalidade contribuir no salvamento de milhões de vidas por ano nos países mais pobres do mundo.
 

 

Este remédio combina dois componentes no tratamento da malária e foi desenvolvido pela GSK em cooperação com a OMS e cientistas no Reino Unido.
 

 

Segundo Chris Hunter-Ward, porta-voz do GSK, "muitos países africanos não têm processos de aprovação de medicamentos, por isso a aprovação do medicamento na Grã-Bretanha tornou-se no caminho necessário para abrir a porta à venda do remédio na África.
 

 

De acordo com Chris Hunter-Ward espera-se que até o fim do ano financeiro da empresa o remédio chegue a sete países da África. A rápida circulação deste medicamento na África deve-se ao facto, como é do conhecimento de todos, de este continente ser dos mais afectados com a malária. Esta doença atinge 300 milhões de pessoas por ano no mundo.
 

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), desses 300 milhões de pessoas infectadas, pelo menos um milhão de pessoas, anualmente, morrem. Estas mortes poderiam ser evitadas se os medicamentos fossem a um preço mais acessível.
 

 

Por estas e muitas outras razões é urgente agir contra a doença que em pleno século XXI continua a matar.
 

 

Adriana José Oliveira
 

MNI – Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.