Medicamentos mais baratos no Reino Unido

Acordo para poupar 500 milhões de euros por ano até 2009

09 novembro 2004
  |  Partilhar:

Uma redução de sete por cento no preço dos medicamentos foi na semana passada anunciada pelo Departamento da Saúde do Governo britânico. A notícia surgiu após uma crescente pressão por parte do executivo para diminuir os lucros gerados pela venda de fármacos. Com esta medida, o Sistema Nacional de Saúde (NHS) conta poupar 1,8 mil milhões de libras (2,6 mil milhões de euros) nos próximos cinco anos. Em troca, a indústria farmacêutica recebe mais cinco por cento nos subsídios estatais para investigação e desenvolvimento. Durante as últimas semanas já havia rumores sobre um possível acordo entre o Governo e as farmacêuticas. No entanto, a 20 de Outubro a AstraZeneca - uma das maiores companhias farmacêuticas - anunciou o fim de descontos na venda de alguns dos seus produtos aos hospitais. Após intensas negociações, a Associação de Indústria Farmacêutica Britânica (ABPI) - que representa cerca de 80 companhias, incluindo a AstraZeneca - acabou por aceitar o acordo que poupará ao NHS mais de 500 milhões de euros por ano até 2009. No ano passado, o Governo gastou 9,5 mil milhões de libras em medicamentos, um valor que deverá aumentar para 11 mil milhões em 2005-2006. O acordo foi negociado de acordo com o esquema de controlo de preços na indústria farmacêutica do Departamento da Saúde e entra em vigor a 1 de Janeiro de 2005. Os principais objectivos são assegurar a provisão de medicamentos seguros e eficazes, promover uma indústria farmacêutica capaz de realizar a sua própria investigação e desenvolver novos e melhores medicamentos. Fonte: Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.