Medicamentos contrafeitos apreendidos no Aeroporto de Lisboa

Balanço dos últimos três meses

19 outubro 2008
  |  Partilhar:

As autoridades portuguesas apreenderam no Aeroporto de Lisboa, nos últimos três meses, mais de oito mil unidades de medicamentos contrafeitos, maioritariamente fármacos para a disfunção eréctil, obesidade e calvície.
 

 

Segundo anunciou a Direcção-Geral das Alfândegas e dos Impostos Especiais sobre o Consumo (DGAIEC), citada pela agência Lusa, as 8.197 unidades de medicamentos suspeitas de contrafacção estavam em 183 encomendas postais e têm um valor estimado de 154,5 mil euros, calculado a partir dos preços de produtos autênticos.
 

 

No entanto, as apreensões incluem maioritariamente fármacos utilizados no tratamento da disfunção eréctil, medicamentos para a obesidade e um fármaco para prevenir a calvície que é também utilizado no tratamento da hiperplasia benigna da próstata.
 

 

Os medicamentos eram, na generalidade, provenientes da Ásia, principalmente da Índia e da China.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.