Medicamento responsável por mortes no Japão não está à venda em Portugal

Dados da Autoridade Nacional do Medicamento

24 março 2009
  |  Partilhar:

A Autoridade Nacional do Medicamento (INFARMED) assegurou que o fármaco Tocilizumab, utilizado no tratamento da artrite reumatóide e que está relacionado com a morte de 15 doentes no Japão, não está a ser utilizado em Portugal.

 

Em declarações à agência Lusa, Carlos Pires, porta-voz do INFARMED, revelou que se trata de um fármaco de uso hospitalar e que, apesar de a Agência Europeu de Medicamentos ter dado autorização para a sua entrada no mercado da União Europeia, ele não está a ser comercializado nem utilizado em Portugal.

 

A farmacêutica japonesa Chugai admitiu uma possível relação entre a utilização do Tocilizumab e a morte de 15 doentes. A empresa informou ainda que, entre Abril de 2008 e Fevereiro de 2009, este fármaco, aprovado pelo Ministério da Saúde do Japão, foi administrado a um total de 4 915 doentes com artrite reumatóide.

 

Apesar da autorização para ser comercializado na Europa, este medicamento não tinha recebido o aval da Food and Drug Administration (FDA), organismo responsável pelo controlo dos medicamentos nos Estados Unidos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.