Medicamento "feito por medida" lançado em Portugal
07 abril 2002
  |  Partilhar:

Um medicamento inovador para alguns tipos de cancro foi lançado sexta-feira em Portugal e, apesar de o custo mensal do tratamento chegar aos três mil euros (cerca de 600 contos), existem já doentes com indicações para o iniciarem.  

 

A inovação do fármaco, cuja substância activa é o imatinib, reside, conforme explicou à Agência Lusa o responsável pela área de medula óssea da Organização Portuguesa de Transplantação, Manuel Abecassis, no facto de ter sido "desenhado através dos conhecimentos que a biologia molecular forneceu sobre a doença".  

 

Ou seja, é um medicamento "feito por medida" para tratar alguns tipos de cancro, que demonstrou já uma "eficácia indiscutível" contra a Leucemia Mielóide Crónica e no tratamento de uma forma rara de cancro do estômago, para o qual, afirmou o também médico no Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa, não existia nenhuma terapêutica eficaz até à data.  

 

Em Portugal o medicamento é de uso exclusivo hospitalar e está indicado como terapêutica de segunda linha, para utilização em doentes para os quais os outros fármacos se revelaram ineficazes ou demasiado tóxicos.  

 

Embora reconheça ser uma "terapêutica muito cara" - com o custo de um tratamento mensal a oscilar entre os dois e os três mil euros - , Manuel Abecassis não tem dúvidas de que "é perfeitamente legítimo utilizá-lo" E - adiantou - no IPO de Lisboa existem já entre 15 a 20 pessoas que têm indicação formal para receber a terapêutica.  

 

 

Fonte: Lusa  

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.