Medicamento da hepatite C: acordo pode estar para breve

Declarações do presidente do Infarmed

30 janeiro 2015
  |  Partilhar:

Dentro de dias poderá surgir o acordo com o laboratório que comercializa o Sofosbuvir, um novo medicamento contra a hepatite C, acredita o presidente do Infarmed, que está a aguardar a resposta da empresa à última proposta do instituto.
 

Eurico Castro Alves reagia desta forma à notícia do Jornal de Notícias (JN) que, segundo a agência Lusa, deu conta de uma união dos maiores hospitais do país contra a empresa que vende o novo fármaco da hepatite C.
 

De acordo com o JN, “os hospitais de S. João e de Santo António, no Porto, os Hospitais Universitários de Coimbra, o Hospital de Santa Maria e o Centro Hospitalar Lisboa Central (S. José) decidiram unir-se e tomar uma posição de força contra a farmacêutica norte-americana Gilead Sciences”.
 

“Os cinco hospitais juntaram-se para interpor uma providência cautelar por abuso de posição dominante contra a empresa que vende o novo fármaco da hepatite C” e “vão fazer queixa na Autoridade da Concorrência”, refere ainda o JN.
 

Apesar de não comentar a iniciativa, Eurico Castro Alves referiu que está nas mãos do laboratório uma proposta do Infarmed – sobre o preço do Sofosbuvir – que o presidente do organismo acredita que vai ser bem-sucedida.
 

Após umas longas negociações, o Infarmed acredita agora que o acordo poderá estar para “dentro de dias”.
 

Eurico Castro Alves realçou a boa vontade manifestada pela Gilead, que ofereceu cem tratamentos ao SNS, mas lembrou que um outro laboratório também ofereceu 130 tratamentos.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.