Medicamento contra osteoporose também previne cancro da mama

Estudo apresentado durante a reunião da American Cancer Society

18 abril 2006
  |  Partilhar:

 

Um medicamento prescrito contra a osteoporose a milhões de mulheres também as protege contra o cancro da mama, revelou um estudo apresentado durante a reunião da American Cancer Society.
 

 

A investigação, feita com quase 20 mil mulheres que já passaram pela menopausa, indicou que o medicamento Raloxifene reduz as probabilidades de desenvolvimento de cancro da mama de uma forma tão eficaz quanto o Tamoxifen.
 

 

Só que na comparação com o Tamoxifen, que até hoje era o único medicamento que comprovadamente reduzia o risco desse tipo de cancro, o Raloxifene tem menos efeitos secundários perigosos, como o cancro do colo do útero e a formação de coágulos, atesta o relatório do estudo financiado pelo National Cancer Institute dos EUA.
 

 

Os analistas advertiram, no entanto, que ainda não estão absolutamente claras as vantagens do fármaco, e que é necessário aprofundar as investigações para demonstrar que a medicação reduz o perigo de cancro da mama por períodos prolongados.
 

 

“Todos os medicamentos têm algum efeito secundário. Queremos evitar que as mulheres fiquem expostas a fármacos potentes de maneira desnecessária", disse Carolina Hinestrosa, da NCCS - National Coalition for Cancer Survivorship.
 

 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.