Medicamento contra o cancro é perigoso para o coração

Alerta publicado na Nature Medicine

31 julho 2006
  |  Partilhar:

 

O Gleevec (iminitab), medicamento considerado altamente eficaz na luta contra o Cancro, pode ser perigoso para o coração, segundo um estudo publicado na revista "Nature Medicine".
 

 

Uma investigação efectuada em ratinhos e em cultivos de células cardíacas por cientistas da Thomas Jefferson University da Filadélfia, EUA, revela que o alvo molecular do medicamento, a proteína tirosina quinase Abelson (Abelson tyrosine kinase), pode levar a graves problemas cardíacos. "Mesmo que o Cancro seja tratado de forma efectiva, haverá uma certa percentagem de pacientes que experimentarão um nível grande de Disfunção Ventricular e até de paragem cardíaca", alertou a equipa na revista Nature Medicine.
 

 

O Gleevec é um dos novos medicamentos contra o Cancro, tido como altamente eficaz, dado desactivar uma enzima que promove a conversão cancerígena das células e a sua multiplicação.
 

 

A equipa considera o Gleevec um medicamento "maravilhoso", mas também acrescenta ser necessário advertir que os seus efeitos secundários que podem ser graves. "Estamos a chamar a atenção perante o facto de que o Gleevec e outros medicamentos semelhantes poderem ter grandes efeitos adversos para o coração e porque os médicos devem ter conhecimento destas possibilidades", justificam os cientistas.
 

 

O estudo foi realizado depois de dez pacientes com Leucemia Mielógena Crónica terem desenvolvido graves problemas cardíacos.
 

 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.