Medicação combinada previne doenças cardiovasculares

Declarações de um especialista em hipertensão

22 março 2010
  |  Partilhar:

A medicação combinada pode ajudar a reduzir em 20% as probabilidades de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, defende Kenneth Jamerson, um especialista em hipertensão da Universidade de Michigan, EUA.

 

Em declarações à agência Lusa, o especialista revela que o recurso à combinação de medicamentos é seguro e promove não só um controlo “mais rápido” da doença como pode mesmo ter menos efeitos secundários associados.

 

“Antes era aconselhado aos pacientes tomar apenas um medicamento e controlar a pressão arterial, mas agora existe esta nova estratégia que está a ser implementada pelos médicos”, revelou Kenneth Jamerson.

 

O uso de uma combinação de medicamentos pode ainda resultar numa redução dos efeitos secundários associados e contribuir para prevenir em 20% o risco de desenvolvimento de enfartes agudos do miocárdio, acidentes vasculares cerebrais (AVC) e outras doenças.

 

Relativamente ao facto de Portugal ser um dos países europeus com maior taxa de incidência de AVC, o médico revela que uma das causas possíveis é o excesso de sal na alimentação.

 

“Penso que há poucas causas genéticas, talvez o sal seja a explicação”, afirmou, dizendo ainda considerar que, apesar do excesso do sal, a alimentação dos portugueses parece ser de um modo geral “saudável”.

 

A prevalência da hipertensão está directamente relacionada com a ocorrência de AVC. De acordo com o estudo, nesta área 50% da mortalidade por AVC está associada à doença.

 

O AVC é a principal causa de morte em Portugal, sendo a sua taxa de incidência mais alta do que nos restantes países da Europa.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.