Maternidade de substituição e a objeção de consciência dos médicos

Questionário promovido pela Sociedade Portuguesa de Medicina da Reprodução

20 junho 2012
  |  Partilhar:

Um questionário promovido pela Sociedade Portuguesa de Medicina da Reprodução (SPMR) sobre a maternidade de substituição apurou que 20 dos 100 médicos inquiridos vão alegar objeção de consciência caso esta venha a ser legalizada.

 

De acordo com a presidente da SPMR, Teresa Almeida Santos, a realização do questionário foi decidida com o objetivo de conhecer a opinião daqueles que terão de aplicar as técnicas que possibilitam a maternidade de substituição: os médicos especialistas em medicina reprodução.

 

Assim, os profissionais de saúde foram convidados a preencher um questionário, que já obteve cem participações. Teresa Almeida Santos revelou que dos cem médicos que responderam ao questionário, 20 disseram que serão objetores de consciência, 25 que não o serão, 38 não responderam a esta questão e 17 disseram que ainda não sabiam que decisão iriam tomar.

 

Para a presidente da SPMR, estes dados revelam uma situação “inquietante” e demonstram “a necessidade de discutir estas questões com quem as põe em prática”.

 

A especialista em medicina da reprodução enumerou ainda um outro resultado que a preocupa: quase metade dos inquiridos (40%) não está informada sobre aspetos técnicos relacionados com a maternidade de substituição.

 

“Além do debate da sociedade civil e da classe política, deve haver um debate junto da comunidade médica”, revelou Teresa Almeida Santos à agência Lusa.

 

Cerca de 74% dos inquiridos acha que a designação de maternidade de substituição deve ser substituída por gravidez de substituição.

 

A maioria dos profissionais de saúde concorda com uma enumeração exaustiva das indicações clínicas que justifiquem o recurso à maternidade de substituição, com vista a “não se abrirem as portas a eventuais desvios”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.