Maternidade Alfredo da Costa alimenta 20 bebés prematuros por mês

Primeiro ano do Banco de Leite Humano excede expectativas

05 agosto 2010
  |  Partilhar:

A Maternidade Alfredo da Costa (MAC) consegue alimentar, em média, 20 bebés prematuros por mês, a partir da doação do leite de 70 mulheres.

 

O responsável pelo funcionamento do Banco de Leite Humano, Israel Macedo, refere à agência Lusa que este primeiro ano de funcionamento “excedeu as expectativas” e permitiu ainda o fornecimento de leite materno a outras unidades, como o caso do Hospital Fernando Fonseca (Amadora-Sintra).

 

O médico lembra que o leite doado é usado para alimentar bebés prematuros quando a mãe não o tem em quantidade suficiente ou ainda nos casos em que é contra-indicada a amamentação, tal como acontece com mulheres seropositivas.

 

Israel Macedo revelou que, “neste momento fazemos duas pasteurizações por semana e estamos com necessidade de passar a três. Em cada pasteurização tratamos nove litros de leite. Por mês estamos a processar uma média de 70 litros de leite”, uma quantidade que permite alimentar 20 recém-nascidos prematuros por mês.

 

De acordo com o médico, 99 % dos pais dos bebés receptores “tem uma reacção muito positiva. Já estão esclarecidos e sabem que a primazia é dada ao leite da própria mãe e que este leite serve para completar, quando o da própria mãe não é suficiente”.

 

As medidas de segurança e qualidade impostas pela MAC também contribuem para a segurança dos pais: vigilância das condições de saúde e higiene domiciliária das dadoras e controlo serológico do leite feito pelo Instituto Português do Sangue.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.