Massagens aliviam dor e reduzem medicação dos doentes oncológicos

Projecto do Instituto Português de Oncologia de Coimbra

26 março 2009
  |  Partilhar:

O Instituto Português de Oncologia de Coimbra está a proporcionar aos doentes oncológicos massagens anti-stress e de combate à dor que ajudam na redução da medicação.

 

Este projecto, que inicialmente se destinava à gestão de emoções dos enfermeiros que contactavam com os doentes oncológicos, teve início em 2005 e já trouxe benefícios a cerca de uma centena de doentes, revelaram à agência Lusa os enfermeiros Ana Lúcia e Sérgio Santiago do IPO de Coimbra.

 

O projecto pretende interromper o ciclo “dor/mal-estar/dor”, melhorar a qualidade de vida, com a promoção do sono e do repouso, e aumentar a auto-estima e autonomia dos doentes que sofrem de cancro.

 

Sérgio Santiago afirmou à agência Lusa que “o efeito mais notório relatado pelos doentes é a diminuição da dor, com efectiva redução da medicação S.O.S”. Comparando os registos de intensidade da dor sentida pelos doentes antes e depois da sessão de massagem, constata-se uma “redução para cerca de metade”, acrescentou.

 

Os doentes referem também que “já conseguem realizar mais actividades e que sentem mais energia”, revelou ainda o enfermeiro.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.