Marcadores do cancro do ovário surgem anos antes do diagnóstico

Estudo publicado no “Journal of the National Cancer Institute”

11 janeiro 2010
  |  Partilhar:

A concentração de três proteínas começa a aumentar três anos antes de as mulheres serem diagnosticadas com cancro do ovário, sendo este aumento mais significativo um ano antes deste diagnóstico, revela um estudo publicado no “Journal of the National Cancer Institute”.

 

Estudos anteriores já haviam identificado o CA125, HE4, mesothelin, B7-H4, decoy receptor3 e spondin-2 como potenciais biomarcadores do cancro do ovário. No entanto, com a excepção do CA125, ainda não tinha sido feita uma avaliação do comportamento destes biomarcadores no período pré-diagnóstico.

 

Para este estudo, os investigadores do Fred Hutchinson Cancer Research Center, em Seattle, EUA, compararam amostras de sangue de 34 mulheres que haviam sido diagnosticadas com cancro do ovário com as de 70 mulheres saudáveis.

 

O estudo, liderado por Garnet L. Anderson, revelou que as concentrações séricas de CA125, HE4 e mesothelin começaram a aumentar ligeiramente 3 anos antes do diagnóstico. Apesar disso, as concentrações destas três proteínas só atingiram valores considerados anormais um ano antes da detecção do cancro, não podendo, por esse motivo, ser utilizadas como marcadores precoces da doença.

 

Em comunicado de imprensa, Patricia Hartge, da Division of Cancer Epidemiology and Genetics do National Cancer Institute, em Bethesda, EUA, congratula os autores do estudo por terem contribuído para a definição de protocolos de rastreio através da demonstração de que os níveis de determinados biomarcadores não aumentam suficientemente cedo para serem utilizados no rastreio da doença.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.