Manteiga: pode ajudar a proteger contra a diabetes?

Estudo publicado na revista “PLOS One”

05 julho 2016
  |  Partilhar:
O consumo de manteiga tem apenas um pequeno impacto negativo na mortalidade total, não está associado à doença cardiovascular e pode ajudar a proteger contra a diabetes, defende um estudo publicado na revista “PLOS One”.
 
A gordura saturada é geralmente considerada prejudicial e as recomendações dietéticas referem que este tipo de gorduras deve ser evitado. Em 2014, o consumo de manteiga nos EUA foi bastante elevado, o que levou os investigadores da Universidade de Tufts, nos EUA, a averiguar o impacto que a manteiga (que tem um elevado teor de gordura saturada) tinha nas doenças crónicas e na mortalidade global.
 
Para o estudo, os investigadores fizeram uma revisão de dados de nove estudos que incluíram um total de 636.151 indivíduos. Ao longo do período de acompanhamento, ocorreram 28.271 mortes, 9.783 casos de doença cardiovascular e 23.954 novos casos de diabetes tipo 2. 
 
Os investigadores consideraram que o consumo habitual de manteiga era de 14 g por dia, o equivalente a uma colher de sopa. O consumo médio de manteiga nos nove estudos variou entre um terço de uma porção por dia e 3,2 porções por dia. 
 
O estudo apurou que havia uma associação pequena ou insignificativa entre cada porção diária de manteiga e a mortalidade total, doença cardiovascular e diabetes. 
 
Laura Pimpin, uma das autoras do estudo, refere que apesar de as pessoas que ingerem mais manteiga terem, habitualmente, uma pior dieta e estilo de vida, parece que a manteiga é bastante neutra.
 
A investigadora refere que a manteiga é uma escolha mais saudável que o açúcar ou o amido presente no pão branco ou batata, onde a manteiga é habitualmente colocada, e que têm sido associados a um maior risco de diabetes e doenças cardiovasculares. Por outro lado, a manteiga é uma pior escolha que as margarinas e óleos de cozinha, que são ricos em gorduras saudáveis, como soja, linhaça e azeite virgem extra, que estão associados a um menor risco comparativamente com a manteiga ou cereais refinados, amidos e açúcares. 
 
Dariush Mozaffarian, um outro autor do estudo, acrescentou que são necessários mais estudos para entender melhor o potencial efeito da manteiga na diminuição do risco da diabetes, o qual tem sido também sugerido noutros estudos.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.