Mamografias digitais devem ser usadas em algumas mulheres

Exame de maior precisão pode salvar muitas vidas

17 outubro 2005
  |  Partilhar:

Mamografias digitais são mais precisas em detectar cancro da mama que as tradicionais mamografias - em mulheres na pré-menopausa, com menos de 50 anos ou que têm mamas densas -, afirma um estudo feito com quase 43 mil mulheres.Para outras mulheres avaliadas em relação ao cancro da mama, não houve diferença entre os dois métodos, disseram os investigadores de um estudo publicado  na publicação online do New England Journal of Medicine. Os investigadores analisaram os resultados de 42.760 mulheres em 33 locais nos Estados Unidos e no Canadá. Cada uma das mulheres fez uma mamografia tradicional e uma digital.As mamografias digitais detectaram 78 por cento dos casos de cancro em mulheres com menos de 50 anos, em comparação com 51 por cento dos casos detectados através das mamografias tradicionais, segundo o estudo.Em mulheres que ainda não tinham entrado na menopausa ou que estavam na transição para a menopausa, a chamada "perimenopausa", 72 por cento dos casos foram detectados pelas mamografias digitais, contra 51 por cento detectados pelos exames de Raio X.As mamografias digitais também apresentaram melhores resultados em mulheres com tecido mamário denso. O estudo revelou que as mamografias digitais descobriram 70 por cento dos casos de cancro da mama, em comparação com 55 por cento detectados nas de filme.Em todos os casos, foi igual a probabilidade de resultados falsos positivos, tanto nas mamografias digitais como nas tradicionais. O estudo foi financiado pelo National Cancer Institute e realizada pelo American College of Radiology Imaging Network.MNI - Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.