Malnutrição afecta sobretudo idosos

Dados de um estudo nacional

19 outubro 2009
  |  Partilhar:

Vinte e cinco por cento dos idosos portugueses têm baixo peso, um problema que atinge, sobretudo, as pessoas que se encontram nos lares e hospitais, revela um estudo nacional sobre nutrição.

 

O estudo NutriAction 2009, realizado pela Associação Portuguesa de Nutrição Entérica e Parentérica, aferiu, através de um inquérito aplicado por profissionais de saúde, o estado nutricional de indivíduos com mais de 18 anos. O estudo inquiriu 3.076 indivíduos, dos quais 354 estavam em lares da terceira idade, 73 foram questionados em centros de saúde, 243 em hospitais, 2.281 em farmácias, 57 em outras instituições e 68 noutros locais.

 

O estudo verificou que 25% dos inquiridos idosos têm baixo peso. Em relação ao baixo peso em indivíduos dos 18 aos 64 anos, este é claramente mais incidente nos hospitais, em que se verifica que 15% dos doentes sofrem deste problema.

 

Os dados alertam para a prevalência da malnutrição nas diferentes estruturas onde decorreu o estudo - centros de saúde, hospitais, lares e farmácias - e permitiram constatar que é nos hospitais e nos lares que a perda de peso é mais acentuada.

 

O inquérito, que decorreu entre 1 de Março e 5 de Junho, indica ainda que, dos 20,4% de indivíduos que perderam peso nos últimos três a seis meses, 48% perderam até cinco quilos e 31% perderam entre seis a dez quilos.

 

O estudo revela ainda que mais de 50% dos inquiridos que perderam um valor acima dos 11 quilos não têm qualquer terapêutica para a malnutrição. A maioria dos que receberam o necessário suporte nutricional encontrava-se em hospitais, as instituições que mais prescrevem terapêuticas para prevenir e tratar o problema.

 

A malnutrição afecta, a nível europeu, mais de 30 milhões de pessoas e tem um custo estimado de 170 mil milhões de euros por ano.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.